Atendimento Psicológico em Domicílio

Atendimento Psicológico em Domicílio

O atendimento domiciliar, também conhecido como home care, é um tipo de atuação da psicologia cujo objetivo é chegar às pessoas que apresentam limitações a se dirigir aos hospitais e/ou centro clínicos, assim como para casos de acompanhamento terapêutico (AT). A sua solicitação costuma ser feita pelo próprio paciente, por seus familiares e responsáveis ou pelo médico e equipe de saúde que lhe assiste. 

Segundo o Conselho Regional de Psicologia de São Paulo, o atendimento domiciliar "pode ser definido como o atendimento que o profissional faz a pessoas que apresentem dificuldades ou impedimentos de locomoção, devido a patologias ou outros motivos que as impedem de se dirigir ao hospital ou ao consultório para receber tratamento. Em alguns casos, o trabalho envolve orientação à família ou ao responsável pelos cuidados prescritos ao paciente".

Chamado de home care, expressão de origem inglesa que define os cuidados de saúde em casa, a prática ainda não é muito conhecida para a maioria dos psicólogos, além de apresentar algumas questões conflituosas quanto à sua natureza e problemas éticos que pode envolver. 

Dentre os problemas éticos, há o exemplo de que quando o psicólogo adentra a casa de um paciente ele entra em contato com situações que o paciente não escolher revelar, o que demanda cuidado. Nesse caso, o profissional deve detalhar apenas o conteúdo que o paciente lhe apresentou. Outro fator é o constrangimento da família com o psicoterapeuta ao recebê-lo em casa, não sabendo como se posicionar.

Portanto, é papel do profissional delinear o seu espaço, delimitando seus limites e possibilidades. No tipo de atendimento home care, o psicólogo deve ainda mais vigiar para não se envolver nas questões familiares, domésticas e particulares. É necessário atentar-se a necessidade da abordagem teórica que fundamenta a intervenção psicológica e que deve acarretar em discussões mais profundas.

Conheça mais sobre na Especialização em Psicologia da Saúde e Hospitalar. 

Referências:

Conselho Regional de Psicologia SP. O atendimento domiciliar em Psicologia. Disponível em. Acesso em: 17 set. 2019.

LAHAM, Cláudia Fernandes. Peculiaridades do atendimento psicológico em domicílio e o trabalho em equipe. Psicol. hosp. (São Paulo),  São Paulo , v. 2, n. 2, dez.  2004 . Disponível em

ANTERIOR PRÓXIMA