Conhecimento fitoterápico no tratamento de feridas

Conhecimento fitoterápico no tratamento de feridas

Uma sequência de eventos biológicos, complexos e dinâmicos, inicia-se após um ferimento, e promovem o reparo da lesão que caracterizam a cicatrização. Esta cicatrização é formada por três evolutivas sobrepostas: fase inicial ou inflamatória, fase proliferativa ou de fibroplasia, e fase de remodelação ou maturação. Também podem ser consideradas como: coagulação, inflamação, proliferação, contração da ferida e remodelação. 

Desde os primórdios, o homem tenta interferir nesse processo, procurando diminuir o seu período e buscando melhores resultados, sejam eles funcionais ou estéticos. Neste processo evolutivo as plantas obtiveram um lugar de destaque, mais precisamente, a partir da observação do comportamento dos animais na cura de suas feridas e doenças, os homens descobriram as propriedades curativas das plantas. 

A fitoterapia é a terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais, além da comprovação da ação terapêutica de várias plantas utilizadas popularmente, a fitoterapia representa parte importante da cultura de um povo, sendo também de um saber utilizado e difundido pelas populações ao longo de várias gerações. 

São consideradas plantas medicinais, aquelas que são capazes de aliviar ou curar enfermidades e têm tradição de uso como remédio em uma população ou comunidade. Para usá-las, é preciso conhecer a planta, saber onde colher e como prepará-la, e esse conhecimento muitas vezes vem dos comerciantes de plantas, também conhecidos como raizeiros, trata-se, portanto, de um conhecimento popular. 

Para os raizeiros, algumas plantas são mais indicadas para o tratamento de feridas, como o cajueiro roxo e o barbatimão. O barbatimão possui efeitos cicatrizantes, anti-inflamatório, anti-infeccioso e como analgésico no tratamento de dor. Já o cajueiro roxo é indicado por ser anti-inflamatório, cicatrizante e analgésico. A ameixeira também foi  indicada, como anti-inflamatória no tratamento de feridas. A babosa é indicada para o tratamento de feridas por ser anti-inflamatória, cicatrizante, anti-infecciosa e analgésica. Dentre várias outras plantas. 

Esteja apto para atuar com base na fitoterapia, seja um especialista em Enfermagem Dermatológica. 

ANTERIOR PRÓXIMA